17/06/2016 - 17:02

Qual o custo de um colaborador?

Para o pequeno empresário uma das primeiras dúvidas no momento de contratar é: Qual o custo de um colaborador?

Bem, a resposta a esta pergunta dependerá essencialmente do enquadramento tributário (Simples Nacional ou Lucro Presumido, por exemplo) e da atividade exercida, e ainda deverá ser em conta as conquistas sindicais da região.

No Brasil os encargos trabalhistas e previdenciários pesam e muito no caixa da empresa, principalmente se levarmos em conta que o retorno, em forma de serviços públicos à empresa e aos trabalhadores acontece de forma ineficiente. Não obstante, benefícios como Vale Transporte (obrigatório), alimentação, plano de saúde, etc, que tornam as empresas mais atrativas aos colaboradores levarão em conta respectivamente, a distância da moradia do trabalhador, a região que a empresa está localizada e a idade dos trabalhadores.

O peso dos benefícios é considerável e para uma determinada classe poderá ser superior a 50%.

Abaixo uma tabela exemplificativa, pois regra geral podemos chegar a um número bem próximo, vejamos:

tabelapost

* Fatores como aviso prévio, multas rescisórias, descanso semanal remunerado, auxilios e afastamentos não foram considerados

* Empresas prestadoras de serviços optantes pelo Simples Nacional e enquadradas nos Anexos IV, V, VI possuem alíquotas mas elevadas e ainda contribuem para previdência social. Este enquadramento merece atenção especial.

 

 

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Email this to someoneShare on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest
COMENTE NOSSA PUBLICAÇÃO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *